h1

Desligar o standby

25/02/2010

Instala fichas ou extensões com interruptor para anular consumos “stand-by”, para não consumires electricidade quando não estás em casa.

Muitos equipamentos lá de casa parecem desligados, mas estão apenas em modo stand-by. Ou seja, continuam a consumir uma pequena fracção de electricidade quando nós na verdade não precisamos deles.
Em geral, tudo o que se desligue por um comando remoto e/ou mantenha alguma luz/indicador/ecrã/relógio aceso está em stand-by.

Normalmente o consumo em stand-by é baixo: muito poucos Watts, o que parece desprezável quando comparado com os kilowatts de um aquecedor ou de um forno. No entanto, os equipamentos ficam permanentemente em stand-by. Dia e noite, dias úteis como fim de semana, quer tu estejas em casa quer estejas fora por alguns dias ou mesmo semanas, em horas de ponta e em horas de vazio (caso tenham tarifário bi-horário).
Somando as muitas pequenas migalhas que são estas horas todas de stand-by, o impacto na conta pode ser surpreendentemente alto e chegar aos 5%, 10% ou mesmo 20% da conta mensal!

Isto quer dizer que, apenas controlando o stand-by, muitos de nós teriam o objectivo de poupar 10% na conta da luz garantido imediatamente.

Quanto custa o stand-by lá em casa?
Se estás desconfiado com estes números, porque não fazes uma experiência de 5min lá em casa? Três passos:

1. Desliga (por uns minutos apenas) da tomada aparelhos que não contam para o stand-by (frigorífico, aquecedor, etc). Deixa apenas os equipamentos que costumam estar em stand-by lá em casa – deixa-os em stand-by, obviamente. Inclui aqui também os carregadores (de telemóveis, portáteis, etc) que costumam ficar esquecidos na tomada.

2. Vai até ao contador de electricidade e leva um cronómetro (por exemplo, o do teu telemóvel). Normalmente o contador encontra-se nas escadas do prédio (caso seja o caso). O contador costuma ter uma luz (normalmente vermelha) que pisca periodicamente (em períodos de maior consumo acende mais frequentemente). Cronometra quantos segundos demora entre dois piscares consecutivos  – toma nota. Procura também no contador quantos “impulsos por kWh” acontecem (por exemplo, nos contadores recentes da EDP, esse número é 3200 impulsos por kWh) – mais uma vez, toma nota desse número.

3. Finalmente, pega numa calculadora e faz a seguinte conta:

Caso tenhas tarifário EDP simples:

custo mensal do standby (em euros) =

333972/([segundos entre 2 impulsos] x [impulsos por kWh])

Caso tenhas tarifário EDP bi-horário:

custo mensal do standby(em euros) =

289008/([segundos entre 2 impulsos] x [impulsos por kWh])

Surpreendido? Desliga o stand-by e os carregadores!

Possivelmente ficaste surpreendido com o valor que obtiveste acima. Se sim, há alternativas simples de eliminares quase todo o custo do stand-by. Algumas ideias:

  • Em casa divisória (sala, quartos, etc) instala uma (ou mais) extensão com interruptor, à qual ligas os equipamentos que têm stand-by e os carregadores de telemóveis/portáteis. Podes comprar uma extensão com interruptor em qualquer grande superfície por 3€. Quando entras na sala/quarto ligas o interruptor e quando sais por períodos longos desligas o interruptor.
  • Há mesmo extensões com interruptor que se ligam/desligam à distância, por um comando remoto que pode controlar várias extensões na casa. Procura, por exemplo, no AKI.

A quais equipamentos deves ter mais atenção? No fundo, a todos! Excepto o telefone e um ou outro relógio lá em casa, tudo o resto pode ficar totalmente desligado quando não estás em casa, ou enquanto dormes, por exemplo.

No entanto, dá mais prioridade a alguns equipamentos: televisões; videos, DVDs, caixas set-top-boxes de tvcabo (meo, zon, etc); computadores; carregadores.

O desafio

Com muito raras excepções, o custo mensal do stand-by pode ser inferior a 0,90€. Aceitas o desafio?

Instala extensões com interruptor em todos os sítios em que encontrares stand-by ou carregadores. Verifica se, com todos esses interruptores desligados, as contas acima dão menos que 0,90€. Se não, investiga quais equipamentos menos óbvio ainda estão a gastar com stand-by.

Deixa-nos um comentário a dizer quanto conseguiste.

Anúncios

8 comentários

  1. Boa tarde.

    Apenas uma dúvida em relação a esta situação, e passo a citar:
    “O contador costuma ter uma luz (normalmente vermelha) que pisca periodicamente (em períodos de maior consumo acende mais frequentemente)”.

    A dúvida é: quando a tal luz vermelha fica permanentemente acesa, significa o quê? que está a haver um consumo muito elevado? então e quando está apagada, o consumo será quase inexistente?

    Grato desde já.
    CC


  2. Caro Carlos Cruz,

    A sua pergunta é muito pertinente, e infelizmente poucos a fazem e assim poucos sabem quanto gastam, de facto, com o “consumo fantasma” do que deixam em stand-by.

    Muitos equipamentos são muito enganadores. Muitos nem têm luz vermelha de stand-by, no entanto gastam alguns KWh ao fim do mês (exemplo: a maioria dos carregadores). Outros mostram uma luz quando estão em stand-by mas gastam muito mais que aquilo que suspeitamos. Recentemente, um estudo da Quercus mostrou que algumas “boxes” de televisão digital, quando deixadas em stand-by, consumiam tanto como um frigorífico ao fim do mês!

    Por isso, nada melhor que tirar todas as suspeitas a limpo:
    – desligue (por minutos) frigorífico e outros electrodomésticos/aquecedores da tomada
    – vá ao seu contador com um cronómetro e meça quantos segundos passam entre impulsos (piscar da luz no contador)
    – aplique a fórmula que lhe apresentamos no texto da dica para saber quanto a sua casa está neste momento a gastar
    – desligue da tomada o equipamento suspeito (que estava em stand-by)
    – repita a medição de tempo entre impulsos e volte a fazer as contas; a diferença permite-lhe saber quantos euros o equipamento em causa lhe custa ao fim do mês se o deixar em stand-by.

    Repita estes passos para outros equipamentos que costuma deixar em stand-by lá em casa.
    Provavelmente terá algumas surpresas (equipamentos que pensava não gastarem nada mas afinal sempre contribuem com alguns euros para a conta mensal). Identifique os equipamentos mais gastadores em stand-by e ligue-os a tomadas/extensões com interruptor – e assegure-se que desliga esse interruptor sempre que sai da divisória em questão.

    Esperamos ter ajudado.


  3. Muito boa noite.

    Desde já agradeço a mensagem rápida!
    No entanto, penso que não me expliquei bem e por isso mesmo não obtive resposta ao que desejava. Eu não me estava a referir às luzes dos equipamentos que ficam em stand-by, mas sim à luz vermelha do contador de electricidade. Aquela luz vermelha que vai indicando a quantidade de consumo de energia. Essa é que eu não entendo o seu funcionamento e significado. Tem 3 estados diferentes:

    – apagada
    – o tal piscar intermitente
    – continuamente acesa.

    Ora o que eu gostava de saber, era em que situação é que está a haver um consumo mais elevado de energia: se é quando a luz está acesa (fixa), ou quando está totalmente apagada. Quando está no pisca-pisca já percebi que está a haver algum consumo, mas que será um consumo intermédio.

    Percebi também que à medida que o consumo vai aumentando, essa luz tende a piscar com mais frequência, ou seja com intervalos cada vez mais pequenos… mas como fica quando esse consumo atinge mesmo um pico muito elevado? sempre acesa ou totalmente apagada?

    Para mim é muito importante saber “ler” essa luz, porque dessa forma poderei saber com mais exactidão se o período de maior consumo é mesmo durante o tal vazio, (ou económico) e concluir se a mudança recente que fiz para a tarifa bi-horária foi acertada, ou não.

    CC


  4. ola caro carlos
    penso que será + fácil esclarecer a sua duvida com a edp. eu á pouco tempo enviei 1 dúvida para o email da edp e responderam -me rápido por telefone. E assim cheguei á conclusão que não estava a compensar usara tarifário bi-horário.
    espero ter ajuda

    continuar de boas poupanças


  5. Sempre desliguei os aparelhos como a tv ao sair de casa. Na vossa dica não percebi apenas se as fichas de 5 entradas ou triplas, por exemplo, às quais estão ligados vários electrodomésticos, se podem desligar no botão ou por controlo remoto e deixam desde logo de gastar ou se se terá mesmo de retirar a ficha da ficha (passo a redundância) ou da tomada.

    Obrigado! =)


  6. olá bom dia, a minha dúvida é a mesma,para controlar o meu consumo,e como pago um valor muito elevado de luz, resolvi tirar a corrente por conplecto(desligar o contador)e vi que o contador ficou com uma luz vermelha fixa não sei se estava a consumir com tudo desligado ou não,não sei como controlar.

    será que alguém poderá ajudar-me.
    obrigada
    rosa


  7. olá bom dia, a minha dúvida é a mesma,para controlar o meu consumo,e como pago um valor muito elevado de luz, resolvi tirar a corrente por conplecto(desligar o contador)e vi que o contador ficou com uma luz vermelha fixa não sei se estava a consumir com tudo desligado ou não,não sei como controlar.

    será que alguém poderá ajudar-me.
    obrigada
    rosa
    por Rosa Oliveira 10/04/2010 at 11:02


  8. preciso da extensao que ligo todos os aparelhos e quando nao fasso mais uso ele desliga os estandby dos aparelhos seu que existe isso.



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: